icon-arrow

Cadastro finalizado com sucesso.

Sua farmácia já está cadastrada e aguarda aprovação da administração da ABRAFARMA para ser publicada.

Cadastro finalizado com sucesso.

Seu cadastro está finalizado com aprovação da administração da ABRAFARMA.

Cadastro EAD finalizado com sucesso.

Seu cadastro nos cursos livres está finalizado com aprovação da administração da Abrafarma.

Cadastro associado finalizado com sucesso.

Seu cadastro de associado está finalizado e aguarda aprovação da coordenação farmacêutica da sua empresa.

Como saber se é psoríase ou dermatite?

Scritta postou dia 21/11/2017 (atualizado 21 de novembro de 2017)


Vermelhidão, coceira, descamação de pele. Essas são características comuns de duas doenças de pele que afetam muitos brasileiros: a dermatite e a psoríase. Apesar de algumas semelhanças nos sintomas, as condições têm suas particularidades e tratamentos. E como saber se é uma ou outra? “Somente um médico será capaz de dar o diagnóstico. Por isso, a recomendação é procurar um dermatologista caso sejam notadas manchas avermelhadas, enrijecimento da pele em algum local e descamação”, afirma a consultora científica da Biobalance, Dra. Maria Inês Harris.

 

Aproximadamente 3% da população mundial é afetada pela psoríase. Em até 33% dos casos, ela começa na infância, muitas vezes durante a adolescência. “A prevalência de psoríase entre crianças e adolescentes está aumentando e despertando a consciência para a necessidade de cuidados especiais com os pacientes infantis, principalmente devido às comorbidades frequentemente associadas, entre quais o diabetes e a hipertensão”, explica a especialista. Estudos recentes mostram ainda que situações de intenso estresse pré-natal aumentam significativamente o risco de a prole desenvolver psoríase, seja na infância, na adolescência ou na vida adulta.

 

Já a dermatite provoca intensas coceiras, vermelhidão e irritação da pele. A psoríase tem sintomas muito semelhantes. Porém, neste caso, o paciente também fica com a sensação de queimação da pele. As manchas avermelhadas na psoríase têm uma delimitação mais nítida que as da dermatite. É como se você pudesse passar uma caneta em volta delas e formar alguns desenhos. “São lesões bem delimitadas e normalmente em placas”, observa Maria Inês.

 

Vale lembrar que ambas as doenças não são contagiosas e que o estresse, principalmente no caso de psoríase, pode ajudar a agravar as lesões. “Felizmente, são doenças tratáveis e passíveis de controle”, finaliza.